quinta-feira, 21 de maio de 2015



Hoje, eu ouço as canções que você fez pra mim
Não sei por que razão tudo mudou assim
Ficaram as canções e você não ficou
Esqueceu de tanta coisa que um dia me falou
Tanta coisa que somente entre nós dois ficou
Eu acho que você já nem se lembra mais
É tão difícil olhar o mundo e ver
O que ainda existe
Pois sem você meu mundo é diferente
Minha alegria é triste
Quantas vezes você disse que me amava tanto
Tantas vezes eu enxuguei o seu pranto
E agora eu choro só sem ter você aquí

quinta-feira, 18 de abril de 2013


Sou chata e te irrito horrores.
Choro quando você grita comigo.
Sou uma menina, mas uma mulher na cama.
Sou ciumenta nível expert.
As vezes te ligo de madrugada, só para ser a sua voz a última que escuto no dia.
Sou grudenta, ansiosa e odeio espuma na cerveja.
Obrigada por me aguentar em dias que nem eu mesmo me suporto.
As vezes sinto vontade de te roubar do mundo....
Não importa os obstáculos que vem por ai, olha para trás...olha as coisas que passamos.
Parece que foi ontem que nos conhecemos.
Ainda te desejo como se fosse a primeira vez, ainda sinto frio na barriga quando fico te esperando em algum lugar, ainda perco o sono quando brigamos...
Eu já era completa, mas você me transbordou!!
 



 
 


 

terça-feira, 19 de março de 2013

E não duvide que um dia eu te darei o céu, meu amor junto com um anel...
Faço tudo pelo bem do nosso bem, meu bem

terça-feira, 12 de março de 2013


Hoje de manha acordei com uma msg no inbox... minha parceira de ciladas\bar escreveu um texto sobre mim. Ganhei a semana!!

"terça-feira, 12 de março de 2013

A última mulher de Tim Maia
Não é nada desses textos formatados pra jornal do Xico Sá,muito menos esses "pseudo machos jurubeba",esses amores que veem filmes pornô de 5 min e gozam em 3, a questão é somente outra


A vida é uma escola e já fomos matriculados nela mesmo sem querer,mas a última mulher do tim maia, foi matriculada em outro curso, coisa fina pra agregar no currículo, o Centro Educacional da Malandragem, foi lá onde a conheci e tenho propriedade pra contar então...

É claro que boa parcela nunca estará preparada pra isso, não que a última mulher do finado Tim seja melhor que alguém, mas ela não é como todo mundo,isso é mais que visível,vai desde o jeito de dobrar os donos de bar,de dobrar os amigos, dobrar a família e ser uma formadora de opnião,as vezes parece que ela perde a dimensão de quem ela é, acima da lábia vem toda a pose imponente de uma branca que pensa que é negra, os colares,os decotes,os batons fortes e um jeito que vi se desenvolver de encantar e seduzir, mas jamais ser vulgar, vulgaridade é coisa de amador, coisa de quem merece o pacote básico e não o gold.

E aí você inocente me pergunta,malandro tem coração?

Até passarinho tem,porque malandro não?

Mas é como eu disse ela tem um curso a mais no currículo,o coração hoje é só dela mas como todo bom malandro eu não tenho dúvidas que ela vai saber a hora certa de entregar a pessoa certa.
Enquanto isso porque não se divertir, a parte boa da vida é feita de nossas alegrias.

Hoje essa mulher me perguntou:
- Você acha que eu ficaria com o Tim Maia?
- Eu disse,claro que ficaria.

Acho que ele hoje no túmulo se revira por não ter tido a oportunidade de conhecer a sua última mulher.



Para o Bino,com carinho do Pedro."


Porra Mari,fiquei sem palavras.
Ser a última mulher de Tim Maia seria tão bom quanto ter você como melhor amiga.
TE AMO!

domingo, 3 de março de 2013

Barry White

Perdi o sono pra variar, liguei o rádio e estava tocando BARRY WHITE!!
Não acreditei. A musica estava acabando, entrei na internet só pra ouvir de novo..
A voz desse cara foi feita para fazer sexo, mas não qualquer sexo.
A primeira vez que fiz sexo ouvindo "just the way you are"... Só tenho uma palavra... MÚLTIPLOS!!
Ouvir Barry White e transar é como cerveja e churrasco, queijo e goiabada, chá com biscoito, feijoada e caipirinha, é feriado de terça, é quase um sexo com amor.
A voz dele parece que deixa o pau do cara que está com você maior.
É sexo com muito beijo, olhos nos olhos, intenso, sussurrar sacanagem no ouvido, soltar um eu te amo bem no refrão...
Devia ter um motel chamado Barry White, uma camisinha, um viagra, uma cueca, um absorvente... qualquer coisa sexual que levasse o nome dele seria um sucesso!!
Imaginem o Barry White falando sacanagem com essa voz.
JEEEEEEEEEEESUS!!
Chega por hoje!
Boa semana!





sábado, 2 de março de 2013

Chico y Rita



Bésame, bésame mucho
Como si fuera esta noche
La última vez
Bésame, bésame mucho
Que tengo miedo a perderte
Perderte después....

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

Estava dormindo quando percebi que meu Naridrin acabou e aqui estou...
Fuçando faces, mensagens, inbox, celular... encontrei um texto do Xico Sá que todas deviam ler, se eu não compartilhasse aqui não seria meu blog!!
Ele fala sobre o cafajeste....



"O cafajeste ou é sexy ou é risível. Não há outra saída para este animal, bem soube fazê-lo o velho e bom Ruy Guerra. Ou tem a manha ou torna-se caricato na primeira piscadela. .

O cafajeste amador é uma piada. Quer comer todas as gostosas e a nenhuma se devota. Blefe. Não sabe, nem nunca procurou saber, que no amor e no sexo, não existe mensalão nem milagre. O cafa à vera não é nada óbvio.

Sabe, inclusive, que nem só de gostosas vive o homem. É capaz de devotar-se àquela mulher que ninguém dá nada por ela. E de repente descobre que trata-se de uma foda sem precedentes, um vulcão nunca dantes despertado para as artes da alcova.

Para o cafa de verdade, não há feiúra muito menos boniteza.

O cafa amador parece vestir-se sob encomenda de uma figurinista. Camisa aberta, corrente, malandragem-fake, essas coisas. E sempre um pé no metrossexualismo ou na tendência.

No cafa sexy, qualquer peça lhe cai bem, pois a ciência da sua pegada está no olho e no drinque caubói, claro.

O cafajeste sexy entra no saloon e não atira para todo lado. Não gasta balas à toa. Sempre escolhe um alvo.

O caricato e amador gasta as balas do colt até com as mulheres dos amigos, embora não tenha arma para matar sequer uma formiga.

O falso cafa é “garganta”.
Comendo ou não comendo, diz que comeu e espalha a lenda. Seu caminhãozinho não perde a viagem... Mas areia que é bom de verdade...

O cafajeste sexy é discreto.

Acredita sobretudo, e caso a caso, na arte da conquista, na devoção pura e simples. Nem que seja por uma noite apenas e nada mais. Diante dele, toda mulher se sente uma deusa,uma Vênus.

O canalha amador faz falsas promessas. O cafa sexy, predador evoluído, sabe que a fêmea moderna pode muito bem estar querendo _estarei gozando, como diria uma profissa do telemarketing!!!_ apenas foder.

O cafa caricato se acha. O cafa sexy sabe que hoje está por cima e amanha pode muito bem estar por baixo _mas que seja, pelo menos, de uma bela buceta, claro.

No catecismo do cafa sexy, não há nojinhos nem proibições. O amador é asséptico e limpinho.

O cafa sexy enfrenta e atravessa lindamente os mares vermelhos da menstruação da fêmea com vigor.

Quando enfia os dedos numa buceta, o cs _cafa-sexy_ passa o dia sem lavar as mãos. Para ficar lembrando ali o tempo todo. Ta numa reunião de trabalho, mas sempre com os dedos a tocar levemente a napa; ta na fila, e os dedos a tocar a napa; ta na missa e não pára de fazer o sinal da cruz...

Melhor ainda: o cafa sexy quando se arrisca na cozinha é mestre em comidas sem nenhum requinte e com muita pimenta e alho. Haja alho. Aí, como na receita no meu amigo Joca Reiners Terron, passa o dia com a mão direita cheirando a buceta e a esquerda cheirando a alho.

São realmente os dois melhores cheiros que um homem pode usufruir na face da terra.

O cafa sexy, senhores, se pudesse, voltava para o útero por dentro da buceta da mulher mais linda da cidade, como na crônica do amor louco de Bukowsky.

O amador se contenta, muitas vezes, com uma foda virtual no Messenger. Sem cheiros, sem odores, nada visceral.

Ele ainda não sabe que para curar um amor platônico é preciso uma bela trepada homérica."